Liberdade encerra primeira fase do Festival da Música Ilimitada

Três artistas se apresentam no projeto nesta sexta-feira

Conhecido como um dos berços da música negra de Salvador, o bairro da Liberdade é um verdadeiro celeiro de artistas e interpretes da música, e é por isso, que o Festival da Música Ilimitada vai conferir de perto todo o talento do bairro, nesta sexta feira (20), a partir das 18 horas. Depois de passar pelo Engenho Velho de Brotas, Cajazeiras e Beiru, agora é a vez e o momento de ouvir a voz da Liberdade. Nesta edição, que é a última mostra que encerra a primeira fase do festival, conta com a participação das Bandas: Duppy, Balansoul,,Vivi Akwaaba que serão avaliados pelo júri do polo.

Os três primeiros colocados do festival serão contemplados com diversos prêmios para melhor gerenciamento de carreira. As 30 melhores bandas deverão ser disponibilizadas na internet, com um perfil de cada grupo classificado para divulgação ao público em geral. O Festival da Música Ilimitada é promovido pela Odò Produção Cultural, com o patrocínio da TIM e do Governo do Estado da Bahia, através do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural, FAZCULTURA.

As dez bandas selecionadas serão submetidas à votação popular, através da internet, no sitewww.musicailimitada.com.br, que escolherá um representante. Outras cinco serão indicadas por um júri formado por renomados profissionais da música. Entre os critérios de seleção, os jurados avaliarão interpretação, qualificação técnica do grupo, mérito artístico, autoralidade, originalidade e performance de palco. Os três primeiros colocados do festival serão contemplados com diversos prêmios para melhor gerenciamento de carreira.

Duppy

duppy site

Formada por Marcelo Sant'ana (Vocal e guitarra) Filipe Barbosa (Guitarra) Diego Monteiro (Baixo) Mário Lopes (Bateria), o grupo tem a proposta musical da banda é principalmente explorar a mistura entre metal, reggae/ragga tendo como temática das letras, elementos naturais e culturais regionais afro-brasleiros. As principais influências musicais do projeto são as bandas Fear Nuttin Band (EUA), Skindred (UK), O Rappa, Carlinhos Brown e outros sons regionais que remetam a nossa cultura. A banda já realizou apresentações em Salvador e em interiores do estado da Bahia como Poções e Guanambi. Atualmente o grupo trabalha na produção de um novo trabalho que estará a disposição em breve.

Balansoul

balansoul site

Formada por Alê Santana – vocalista, Ruan de Souza – Guitarrista, Luciano Bay – Baixista, Well Guimarães – Baterista, o grupo está em cena com o Funk Popular Baiano”. Esse é o título do CD e do show da banda baiana Balansoul. A referência principal do trabalho é a black music nacional, representada por nomes como Tim Maia, Banda Black Rio, Ed Motta, Seu Jorge, Jorge Ben Jor e Carlinhos Brown, além de blocos afro como Olodum e Ilê Aiyê. Para os integrantes da Balansoul, que cresceram no inspirador bairro da Liberdade, , a maior motivação está em “tocar juntos”. Os quatro se conhecem desde a adolescência e acreditam que essa leveza, amizade e o som descontraído que fazem são os ingredientes perfeitos para um trabalho recheado com a linguagem popular. Mesmo propondo experimentações sonoras e um balanço bem particular, os músicos descartam rótulos e afirmam que o objetivo é colocar o público para dançar.

Vivi Akwaaba

vivi2 site

Vivi Akwaaba é uma cantora e compositora baiana que carrega em sua sonoridade diversas vertentes da música negra mundial, tais como o Reggae, o RAP, o Soul, com um toque de brasilidade do samba, do baião, entre outros ritmos do nosso grande mosaico musical Afro brasileiro também presentes em suas composições. Formação da banda: Vivi Akwaaba- Vocalista,Vagner Encarnação- Baterista,Lucas Oliveira- Guitarra,Erik Dória- Teclado,Bobo Tafari- Contrabaixo.

Mostra Festival da Música Ilimitada em Liberdade
Data: Dia 20 de março
Horário: a partir das 18 horas
Onde: Centro Social Urbano da Liberdade
Ingressos: R$ 4,00 e R$ 2,00
Informações: www.musicailimitada.com.br