Festival da Música Ilimitada parte para Cajazeiras

FMI Eflyer Mostra CajazeirasDepois de ter passado pelo Engenho Velho de Brotas, o Festival da Música Ilimitada agora conhecerá as atrações musicais do maior bairro da América Latina, Cajazeiras. No local, o júri artístico e técnico, vai escolher quem será o representante para as finais do projeto que acontecem em abril. As bandas Tertúlia, Nouve e Marana se apresentam no Colégio D. Leonor Calmon, nesta sexta-feira, dia 20 de fevereiro, a partir das 18 horas.

No projeto, dez localidades de camadas populares, sendo oito em Salvador e uma em Lauro de Freitas e outra em Camaçari, funcionam como polos musicais, nos quais três bandas se apresentam e uma se classifica para ficar entre as dez, que disputam as seis vagas para a grande final. De Cajazeiras o festival segue para Itapuã, Tancredo Neves e Liberdade, em Salvador, além de Lauro de Freitas. Cinco bandas já foram classificadas dos polos de Camaçari, Alagados, Sussuarana, Plataforma e Engenho Velho de Brotas.

Os três primeiros colocados do festival serão contemplados com diversos prêmios para melhor gerenciamento de carreira. As 30 melhores bandas deverão ser disponibilizadas na internet, com um perfil de cada grupo classificado para divulgação ao público em geral. O Festival da Música Ilimitada é promovido pela Odò Produção Cultural, com o patrocínio da TIM e do Governo do Estado da Bahia, através do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural, FAZCULTURA.

Arte com Rock e Blues, assim se apresenta a Tertúlia. O grupo que teve inicio em 2007, conta com fortes influências do rock inglês e chama atenção pela singularidade das harmonias acompanhadas por letras marcantes. Em 2012 foi lançado digitalmente a primeira 'demo'. A banda é formada por Regino Neto (Vocais), Rodrigo Bastos (Guitarra e vocais), Diego Santos (Guitarra), Luã Farias (Bateria) e Pedro Dias (Baixo).

A Nouve é comandada pelo MC Elimar Pereira Santos e pelo DJ Anderson Augusto Pereira dos Santos. A dupla atua a pouco mais de seis anos. Elimar Santos "Nouve" lançou o primeiro EP "Respirando a arte" há três anos. Este trabalho lhe rendeu mais de oito mil cópias vendidas. O lançamento desse EP, que foi produzido em São Paulo-SP por Tiago Munhoz (ContraFluxo/Mamelo SoundSystem) e pelo DJ Willian, alavancou os trabalhos de "Nouve" e foi uma porta de entrada dele no cenário nacional. Com o disco, ele se apresentou em shows e festivais com grandes nomes do Rap Nacional como Emicida, Kamau, Versu2, Lívia Cruz e Max BO em vários lugares do Brasil, dentre eles Alagoas, Pernambuco e São Paulo.

Já a Marana é formada por Chico Gomes (Vocalista e Guitarrista), Alexandre Processo (Baixista), Fábio Serrano (Guitarrista), Arí Bidal (Baterista), Elves Bernardes (Violonista) e Andresson Guedes (Percussionista). O som remete às bandas baianas da década de 70, 80 e 90. No show, canções autorais ecoam lado a lado com canções clássicas do repertório da música popular e hits da música baiana que marcaram época. A banda está na estrada desde 2012. A Banda Marana tem como objetivo disseminar ainda mais a cultura musical baiana, resgatando os antigos carnavais, com um repertório carnavalesco, repleto de frevos, marchinhas, samba-reggaes, ijexás e merengues.

Mostra Festival da Música Ilimitada em Cajazeiras
Dia 20 de fevereiro, a partir das 18 horas
Colégio D. Leonor Calmon - Estrada do Coqueiro Grande S/N, Fazenda Grande II – Cajazeiras
Ingressos: R$ 4,00 e R$ 2,00
Informações: www.musicailimitada.com.br